Viver!

vida

Um dia… Pronto!… Me acabo.
Pois seja o que tem de ser.
Morrer: Que me importa?
O diabo é deixar de viver.

Mário Quintana

De fato, a morte é um fenômeno biológico do qual todos nós temos conhecimento e consciência que vai acontecer.

Diz-se popularmente que a única certeza que temos na vida é que vamos morrer.

Quando e como é que são as grandes incógnitas. Continuar lendo

Anúncios

Diante da Vida!

oliver-sacks

Hoje faleceu Oliver Sacks, médico, neurocientista e escritor inglês que emocionou o mundo com vários livros que se tornaram best-sellers. Tinha 82 anos e descobriu há pouco tempo um câncer terminal.

Em fevereiro de 2015 publicou um artigo no The New York Times relatando a descoberta deste câncer e suas expectativas quanto ao tempo restante de vida neste plano.

A morte é uma certeza de tudo o que tem vida física. Isso é um fato. Vivemos na expectativa incerta de quando será este dia.

Incrivelmente a maioria de nós rejeita sequer conversar sobre a morte como se fosse algo distante e impossível de acontecer a nós ou que fosse uma tragédia irremediável.

Vamos conversar mais sobre o assunto em outra oportunidade, mas hoje vou publicar a comovente e lúcida carta de Oliver Sacks que paradoxalmente fala da vida e do viver, na tradução do site Papo de Homem que você pode ler originalmente Oliver Saks.

Embora ele revele o medo desta nova condição, intuitivamente ele dá conta da confiança na continuidade.

De fato, tudo é vida. Sempre é vida!

Felicidades Dr. Oliver Sacks nesta sua nova etapa de vida!

Continuar lendo

Dica de filme: Corações Perdidos

O que você acha que pode aprender com uma garota de 16 anos, órfã e que trabalha como stripper?

Pois é. Doug (James Gandolfini) e Lois (Melissa Leo) estão em uma espécie de crise existencial depois da morte da única filha em um acidente de carro.

Depois desta tragédia eles vivem uma vida sem graça, com um casamento abalado. Doug tem uma amante e Lois não sai de casa há anos.

De fato, a morte de um filho é uma tristeza que nem nome tem. Não obedece ao ciclo natural da existência.

A forma como cada um enfrenta este fato é que faz a diferença na sua vida. Pode ser que a pessoa entenda ou pode ser que procure fugir através de vários caminhos que a vida apresenta. Silêncio e distância certamente não são os mais indicados. Isso é o que aconteceu com os personagens do filme.

Em uma viagem a outra cidade para participar de uma conferência e lá conhece Mallory (Kristen Stewart), a jovem do primeiro parágrafo.

Decidido a ajudá-la, Doug permanece na cidade e não quer mais voltar para casa, inclusive coloca à venda sua empresa. Esta situação logo provoca estranheza em Lois, que decide sair de casa e ir à procura do marido.

James Gandolfini (de Família Soprano) sempre bem, e chama a atenção a interessante atuação de Kristen Stewart, conhecida e famosa por causa dos filmes Crepúsculo.

Uma bonita história de superação, de reencontro, de compreensão da vida e do viver.

Assista e dê sua opinião.

Veja o trailer:

O texto e a vida

vida

Compartilho uma interessante reflexão sobre a vida e sobre o viver.

O que somos e o que estamos fazendo com nosso tempo. Qual nosso objetivo nesta existência?

Você já pensou sobre isso?

Do Blog do Flávio Siqueira:

O texto e a vida

Já postei esse vídeo algumas vezes, mas gosto de reapresentá-lo à quem chega. Certa noite sonhei com esse texto, um esboço, algo que relacionava nossa vida com a escrita, com o começar e terminar de um texto, tinha até nome: “O texto e a vida”. Naquela manhã, assim que acordei, fui para o computador e tudo fluiu com muita naturalidade. Naquele mesmo dia coloquei voz, imagens e produzi esse que é um dos meus vídeos preferidos.  Que lhe faça bem !

 

 

Ver o mar, ver o mundo

o mar

Mais uma excelente reflexão de Um Peregrino (visite o blog dele clicando aqui).

Ver o mar é ver o mundo.

Não basta enxergar, é preciso ter olhos para ver.

Não basta existir, é preciso aprender a viver.

Como você tem visto o mundo?

Consegue captar a essência dos acontecimentos, ou está preso nas superfícies das aparências?

Se preferir faça o download da apresentação aqui.