Explicando o óbvio

ÓbvioPassei uma situação interessante neste final de semana em um grupo de discussão no Facebook, formado quase que essencialmente por pessoas da minha cidade. Chama-se Grupo Mete Bronca e neste grupo são comuns denúncias e reclamações contra a ineficiência do serviço público, desmandos políticos, etc.

Nesta época de eleição acentuam-se as reclamações, denúncias, preferências e nem sempre há uma discussão racional sobre política. Resolvi dar minha contribuição para que as pessoas pensassem um pouco na própria vida, na sua situação, etc., como eu também faço diariamente. Continuar lendo

Anúncios

Duas Visões – Um país em transformação

Neste domingo estreia coluna semanal em parceria com o jornalista Daniel Polcaro, publicada simultaneamente aqui e no Defenestrando. Na pauta, filosofia, psicologia e espiritualidade nos temas da atualidade.

duasvisoes1

Continuar lendo

Há juízes!

É alentador ver que ainda há Juízes humanos, solidários, que compreendem a finalidade da instituições.

Leia com atenção o histórico da mãe: sofreu violência sexual pelo pai, teve irmão assassinado, etc., ou seja, têm um  vida marcada pela violência, pela desumanidade, indiferência social e omissão do Estado.

Para os condenadores sistemáticos que estão pedindo “cadeia”, “cadeia”, sangue”, “sangue”, é difícil de entender deveres humanitários básicos.

Mas, para quem nunca obteve respeito por parte do Estado, como o respeitará?

Reflita na situação social que é de um caso, mas que representa inúmeros outros e veja o que podemos fazer para ajudar a nossa geração.