A vida ensina!

Sim amigo. A vida ensina.

Estamos em uma experiência física, nascidos em uma corpo físico para uma temporária e curta viagem, mas não somos o corpo.

Já disse aqui repetindo Teilhard de Chardin que “não somos seres humanos vivendo uma experiência espiritual, somos seres espirituais vivendo uma experiência humana”.

Mas o que isso significa de concreto na minha vida? Por mais impactante que isso seja, não podemos esquecer a pergunta: qual o sentido disso? Qual o sentido da vida? Continuar lendo

Anúncios

Aprendendo para viver

Mãe até quando adoece educa.

Estou aprendendo a ser paciente e a esperar.

Estou entendendo que pessoas práticas têm que deixar os outros fazerem as coisas que lhes competem, e que existem situações que não há nada a fazer, senão esperar.

Vi a confirmação da eficácia da prece, crença que sempre tive.

Estamos aprendendo a ser humildes e reconhecer que nada podemos fazer a não ser ter confiança e esperança.

Que em uma sala de espera de UTI para ouvir o boletim médico, somos todos iguais, independente de idade, classe social, crença ou qualquer aparente distinção que se queira ver.

A lição mais evidente é de que tem coisas que não podemos procrastinar.

Que a amizade vale muito, mas muito mais que qualquer outro bem que se tenha.

Estamos entendendo a relatividade das coisas de uma forma absolutamente prática.

Que pequenas e corriqueiras coisas, antes despercebidas, depois que se perde, são vistas como grandes vitórias ao serem recuperadas.

Verifiquei que o maior (e talvez o único) patrimônio que tenho é a fé, esta inabalável perante qualquer adversidade.

Escola do futuro… ou do presente

Li ou ouvi há alguns dias que o modelo de escola atual á anacrônico, porque os alunos são do século XXI, os professores do século XX, utilizando métodos do século XIX.

É verdade¸ houve pouca mudança.

Mas isso não é um problema só do Brasil, pois se é verdade que o mundo sempre mudou, é fato que nunca houve mudanças tão rápidas.

tecnologia%20na%20escolaNo Brasil a questão da educação é agravada por problemas culturais e sociais, mas não há outro caminho para a sociedade senão a atualização e adaptação às novas tecnologias.

Segundo pesquisadores e estudiosos em uma década estamos dobrando o conhecimento tecnológico, e modificando os paradigmas conhecidos.

E é óbvio que em meio a tantas mudanças, é um absurdo que a escola continue com métodos antiquados.

Assisti no último domingo (03/03/2013) a uma interessante reportagem sobre processo de aprendizado, que reproduzo abaixo.

É só clicar na imagem ou no link a seguir:

Tecnologia invade sala de aula

ou

Tecnologia invade sala de aula

E pensar que tenho visto até curso superior exigindo trabalho manuscrito…