Viver!

vida

Um dia… Pronto!… Me acabo.
Pois seja o que tem de ser.
Morrer: Que me importa?
O diabo é deixar de viver.

Mário Quintana

De fato, a morte é um fenômeno biológico do qual todos nós temos conhecimento e consciência que vai acontecer.

Diz-se popularmente que a única certeza que temos na vida é que vamos morrer.

Quando e como é que são as grandes incógnitas. Continuar lendo

Anúncios

Imagem e semelhança

 

Acredito que dos maiores equívocos da sociedade ocidental – e que acabou contaminando a quase totalidade do pensamento religioso – é a ideia da imagem de Deus à nossa semelhança.

Sim, porque muito do pensamento humano é imaginar um Deus antropomórfico, ou seja, Deus criado à semelhança humana, cujos atributos e forma aparente lembram as características e valores humanos.

A criação de Adão, afresco pintado por Michelangelo no teto da Capela Cistina.

A criação de Adão, afresco pintado por Michelangelo no teto da Capela Cistina.

A arte de Michelangelo em “A criação de Adão” reflete este pensamento, pois retrata a imagem de Deus-humano criando o homem à sua suposta imagem e semelhança. Continuar lendo

A fé

fé

Costumamos pensar que fé é algo ligado à religião.

Já escrevi aqui algo sobre acreditar em Deus ou não.

Lamentavelmente não conseguimos, ainda, compreender que a nossa ligação com a Divindade é inerente à nossa própria criação e independe de crença ou de descrença. Pouco importa se você acredita ou não na existência de um Criador. Pouco interessa se você acha que é objeto de uma geração espontânea.

Fé no dizer contido em O Evangelho Segundo o Espiritismo[1]:

“Fé é a vontade de querer e a certeza de que essa vontade pode obter satisfação”.

Vontade de querer! Não apenas um desejo tênue e fugaz. Mas uma vontade firme e inabalável.

E quando obtemos a certeza de que vamos ter nossa vontade satisfeita isso é fé.

Mas quis a Lei Universal que somente merece esta satisfação aquele que tem esta vontade inabalável.

É como que se algo dissesse: “veja bem quem merece receber isso é só quem paga o preço”.

Eis o ponto!

Será que estamos dispostos a pagar o preço para obtermos o que desejamos qualquer que seja este objeto?

Estudar exaustivamente para uma prova.

Debruçar sobre um tema e esquadrinhá-lo para obter conhecimento.

Trabalhar incessantemente por um objetivo.

Ter disciplina para conseguir juntar dinheiro para comprar algo que desejamos.

Conseguir a força necessária para perdoar e não cultivar a mágoa.

Veja bem que tudo o que queremos obter tem um preço a ser pago.

Se a vontade é firme o suficiente certamente irá obter satisfação.

Com estas singelas palavras eis o que venho entendendo por fé.

 

[1] Leia o texto na íntegra aqui

Aparência ou essência?

46Lizzie.png

Não somos seres humanos vivendo uma experiência espiritual, somos seres espirituais vivendo uma experiência humana.” Pierre Teilhard de Chardin.

A maioria de nós acredita ter uma alma, enquanto na verdade somos uma alma.

A exata compreensão desta realidade nos ajuda a entender as diferenças e os dramas humanos, porque a nossa vida é resultado de leis imutáveis e universais como a lei de causa e efeito. Ação e reação.

Assim, conseguimos captar a essência dos acontecimentos. Perceber que a realidade está muito além do que se vê.

Reproduzo parte do excelente artigo de Felipe Lima, publicado no site Obvious. Que pode ser lido aqui.

Lizzie Velasquez transmite com fidelidade a percepção que devemos ver além.

Continuar lendo

Homens livros

livros

Benjamin Franklin comparou-se a um livro e na sua juventude preparou a inscrição para seu túmulo com os seguintes dizeres: O corpo de Benjamin Franklin, impressor, como a capa de um livro velho ao qual tivessem arrancado as páginas e tirado as letras e o ouro, jaz aqui, comida para os vermes.

Mas o trabalho não terá sido totalmente perdido; porque, segundo ele crê, aparecerá mais uma vez, numa edição nova e mais perfeita, corrigida e aumentada por seu autor.

Podemos, sim, comparar o Universo a uma imensa livraria e a Terra como sendo uma de suas estantes.

Continuar lendo