Ouro de tolo

materialismo

Há um metal (pirita) que por sua cor amarelo-dourada e brilho recebeu o apelido de ouro dos tolos, devido à confusão com o metal nobre.

Conta-se que no século 19 na América do Norte houve uma busca desenfreada por ouro e espertalhões espalhavam pirita por terrenos distantes para vender estas propriedades como jazidas preciosas, enganando os ignorantes que pensavam enriquecer facilmente. Continuar lendo

Anúncios

Recados da Vida

sentir3

O que nos caracteriza e diferencia dos demais habitantes deste planeta – a racionalidade – às vezes nos torna seres práticos e pragmáticos, à beira da insensibilidade.

Pensamos demais e imaginamos que as coisas têm que ser úteis. E assim desvalorizamos o que realmente importa que é o sentir.

E a Vida nos convida sempre a sentir, como que intuitivamente soubéssemos que o caminho da nossa evolução é justamente aprimorarmos o sentimento.

E um destes avisos que a Vida dá vem através de recados que nos fazem refletir e sentir. Chegam pelas pessoas, pelas circunstâncias ou pela arte através de um livro, um filme ou de uma música.

É o que a Natureza utiliza para nos trazer de volta para este terreno da sensibilidade. Continuar lendo

Espetáculo diferente!

quarteto_cordas_libertas_-_01

Não é comum termos espetáculos de música clássica no interior do Brasil.

Mas no domingo passado (06/12/2015) fomos agraciados aqui em Passos – MG com uma apresentação primorosa do Quarteto de Cordas Libertas composto é composto por músicos integrantes da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais: Kyung Jung (violino), Rodrigo Bustamante (violino), Gerry Varona (viola) e Eduardo Swerts (violoncelo).

Executaram duas peças, uma Borodin e uma de Beethoven, esta última eu gravei um pequeno trecho em meu celular só para compartilhar por aqui.

A iniciativa é do Crea Cultural – Associação Cultural dos Profissionais do CREA-MG, que mantém o  Projeto Interiorização Cultural, visando a promoção da cultura, do conhecimento científico, da defesa e conservação do patrimônio histórico e artístico no Estado de Minas.

Meu vídeo é amador e foi gravado de um celular, mas você pode assistir ao Quarteto no canal do Youtube.

Obrigado ao Crea Cultural e aos músicos que aceitaram a empreitada.

A música nunca parou

O que fazer quando perdemos o “endereço” de um coração amado?

Como reconectar com aquelas pessoas importantes e que por problemas diversos da vida e de relacionamentos nos distanciamos?

Gostaria de recomendar um filme que assisti: “A música nunca parou”, lançado em 2013 e que retrata a história verídica de Gabriel Sawyer, e que também foi contada no livro do escritor e neurologista Oliver Sacks.

Ambientado em 1986 o filme começa com a volta ao lar de um filho único que foi embora de casa há quase 20 anos por problemas de relacionamento com o pai. Este filho tem então 35 anos, tem um tumor no cérebro que lhe retirou toda a memória recente e que só tem possibilidade de se lembrar de fatos antigos, mas que estão ocultos em algum lugar. Continuar lendo

Sem treino não se ganha jogo

sem treino

Todos tem o desejo de vencer; poucos terão a garra de preparar-se para vencer

Mais uma dica de livro. (Na verdade estou furtando a leitura deste…rs)

Comprei para presentear meu filho, porém não resisti e comecei a leitura.

Sem treino não se ganha jogo” é um livro da área de desenvolvimento profissional e pessoal com um formato atraente, leve e convidativo. É muito bom e recomendo.

Ele trata de um assunto que é problema para muita gente inclusive para mim: saber o que fazer e efetivamente fazê-lo.

O poder da prática na criação de hábito em busca da excelência, do fazer melhor sempre.

Tenho certeza que escreverei novamente sobre a obra, mas mesmo sem concluí-lo posso indicá-lo sem medo de errar.