Recados da Vida

sentir3

O que nos caracteriza e diferencia dos demais habitantes deste planeta – a racionalidade – às vezes nos torna seres práticos e pragmáticos, à beira da insensibilidade.

Pensamos demais e imaginamos que as coisas têm que ser úteis. E assim desvalorizamos o que realmente importa que é o sentir.

E a Vida nos convida sempre a sentir, como que intuitivamente soubéssemos que o caminho da nossa evolução é justamente aprimorarmos o sentimento.

E um destes avisos que a Vida dá vem através de recados que nos fazem refletir e sentir. Chegam pelas pessoas, pelas circunstâncias ou pela arte através de um livro, um filme ou de uma música.

É o que a Natureza utiliza para nos trazer de volta para este terreno da sensibilidade.

Uma vez Plínio Oliveira me salvou a vida com É Preciso Amar as Pessoas Como Elas São(letra aqui).

Mas às vezes nossos olhos fechados não nos permitem ver os recados. E pelo jeito nem de ouvir, pois é preciso um esforço em outra língua para despertarmos.

E hoje particularmente acordei  e logo bem cedinho ouvi With or Without You do U2 (aqui com a letra traduzida), questionando os relacionamos: “Não posso viver/Com ou sem você”, fazendo despertar a dúvida de como realmente amamos os que convivem conosco, se está doloroso ou não.

E nesta sensibilidade da canção minha filha me envia um vídeo (este) com um pai e duas filhas cantando A Thousand Years de Christina Perri (aqui com a letra traduzida), sim aquela que diz  “Eu te amei por mil anos / Eu te amarei por mais mil”.

Impressionante como as músicas dialogam conosco e nos fazem despertar a sensibilidade, deixar de lado as questões práticas da vida e somente sentir a Vida.

E isso para alguém analfabeto em sentir como eu, que mal sei soletrar este idioma; que sou extremamente incompetente na tarefa de amar é como colocar uma outdoor: “Cara, presta atenção!”

É isso. A Vida sempre nos convida a ser mais.

E para finalizar o dia resolvi ouvir novamente U2 em Ordinary Love, “Somos fortes o suficiente / Para um amor simples?”.

 

PS.: Este post tem sentido se as canções forem ouvidas ou lidas as letras.

Anúncios

Muito obrigado por compartilhar sua opinião. Em breve seu comentário estará publicado. ESpero que tenha marcado o item "seguir comentários" para saber o que outras pessoas estão falando também. Ah, e se quiser: siga o blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s