Sempre vivemos em crise!

renovar01

Crise é uma palavra de valor relativo, subjetivo.

O que é crise para alguns, pode ser oportunidade para outros. Ou para os mesmos, por há a solução dentro do próprio problema. É só um modo pelo qual se observa a crise.

Diferente de recessão econômica que pode ser um fato. Mas ainda assim há a possibilidade de encontrar inúmeras possibilidades mesmo neste cenário.

A palavra crise alardeada pelos meios de comunicação e que parece contagiar as pessoas serve sim para desestimular a maioria e servir de desculpa para a preguiça de muitos.

Na verdade penso que estamos em crise o tempo todo. Crise de crescimento, crise de identidade, crise política vivemos o tempo todo.

Segundo o Dicionário Michaelis:

crise 
cri.se
sf (gr krísis1 Med Momento decisivo em uma doença, quando toma o rumo da melhora ou do desenlace fatal. 2 Med Alteração súbita, comumente para melhora, no curso de uma doença aguda. 3 Momento crítico ou decisivo. 4Situação aflitiva. 5 fig Conjuntura perigosa, situação anormal e grave. 6Momento grave, decisivo. 7 Polít Situação de um governo que se defronta com sérias dificuldades para se manter no poder.

Há também no Dicionário Caldas Aulete uma definição interessante, crise é estado de incerteza ou ruptura em relação a escolhas, crenças.

Vamos analisar a própria história humana. Não estamos prontos e vivemos em constante desenvolvimento, melhorando e aprimorando a nossa própria vida e as instituições.

Viemos de sistemas embrutecidos e estamos à procura de uma sistema melhor que atenda a toda a Humanidade.

E é evidente que ainda não encontramos!

Se estamos a procura de um estado ideal é porque este não é ainda o que queremos, e obviamente estamos em meio a uma crise de incerteza e de mudança.

E isso foi sempre.

Mesmo neste estado humano acredito que ainda há coisa bem melhor pela frente. Temos muito a desenvolver em vários campos de nossa realidade, especialmente com relação a nossos sentimentos.

Nada sabemos sobre sentir. Aprendemos a reagir a sensações, mas ainda somos ignorantes e analfabetos quanto a sentimentos.

Precisamos mais e queremos mais. E isso só vamos conseguir ao preço do aprendizado e da experiência. Ou seja, ao longo de muito tempo.

E até lá viver é uma constante crise de crescimento.

 

Anúncios

Muito obrigado por compartilhar sua opinião. Em breve seu comentário estará publicado. ESpero que tenha marcado o item "seguir comentários" para saber o que outras pessoas estão falando também. Ah, e se quiser: siga o blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s