O que deveriam estar fazendo os jovens israelenses?

Anteontem revi este vídeo abaixo no qual alguns soldados do exercito israelense dançam inocentemente uma música do músico brasileiro Michel Teló que virou sucesso mundial.

Não acredito que soubessem o que diz a música, mas penso que eles somente quiseram se divertir, como o fazem milhões de jovens no mundo todo.

O que me tocou foi justamente o absurdo que é continuar vendo jovens que deveriam estar se preocupando com brincadeiras próprias da idade, com interesses em arte, estudos, conhecimento e diversões apropriadas, terem que deixar isso para matar o semelhante.

É lamentável este estado de ignorância e barbárie.

Mas tenho convicção que estamos próximos a deixar isso para um passado, que vamos pela primeira vez em nossa Humanidade realizar aqui o projeto de solidariedade, fraternidade e respeito, que implicarão em uma cultura de paz.

E aí os jovens não terão mais que se ocupar em jogar bombas nas casas e nas cabeças dos outros.

Que cada um de nós possa endereçar um pensamento de paz e de juízo aos orgulhosos e arrogantes governantes sem nos contaminarmos com o clima de ódio e de violência.

Há também um com uma dança da cantora Kesha:

Anúncios

Jogando pra ganhar!

Futebol-Brasileiro

Esta semana foi fatídica e histórica para o futebol brasileiro. A derrota para a Alemanha na última terça-feira está sendo discutida, rediscutida e será ainda por muito tempo. Amanhã tentaremos obter o terceiro lugar na competição enfrentando a Holanda.

Mas não vou me atrever a falar sobre futebol. Tem muita gente entendida falando e o que não falta é palpiteiro.

Prefiro falar daquilo que estou habituado. Problemas humanos, de relacionamento, questões empresariais, de empreendedorismo, de negócios. Enfim, causas e motivos de sucesso e insucesso que venho observando no decorrer desta vida.

Continuar lendo