Invocação

Deus

Invocação

RUBENS ROMANELLI

Senhor,

Inundas-me no esplendor de tua luz

e, contudo, cego, não Te vejo.

Falas-me na eloquência de teu verbo

e, no entanto, surdo, não Te ouço.

Abrasas-me na ardência de teu amor

e, todavia, insensível, não Te sinto.

Oh! estranha contradição!

Tu, bem perto de mim,

e eu, tão longe de Ti!

Desvela-me, Senhor, os olhos, cegos de orgulho;

abre-me os ouvidos, surdos de vaidade,

e sensibiliza-me o coração, duro de maldade,

para que eu descubra tua divina presença

na intimidade de meu ser!


O Primado do Espírito, cap. 1, pág. 23, 6ª Ed., Ed. Lachâtre.

Anúncios

Muito obrigado por compartilhar sua opinião. Em breve seu comentário estará publicado. ESpero que tenha marcado o item "seguir comentários" para saber o que outras pessoas estão falando também. Ah, e se quiser: siga o blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s