Ser pai é…

Minhas primeiras fotos como pai. Em 1994.

Minhas primeiras fotos como pai. Em 1994.

Fui pai aos 20 anos. E ainda não sei a resposta ao título deste post. O que é ser pai?

Não sei exatamente ainda, mas penso que foi a partir dali que comecei a ser melhor filho para os meus pais. E também a partir dali me tornei um melhor amigo para meus amigos, e um melhor profissional para os meus clientes.

É porque a paternidade pede de nós uma reformulação de conceitos e de objetivos. Os meus valores e missão de vida continuam os mesmos, assim como eu continuo o mesmo, mas as metas e os objetivos tiveram um direcionamento diferente. Foi necessário adicionar outros cuidados e atenções.

Já falei aqui sobre liderança e da necessidade que todos os seres humanos temos de sermos liderados por alguém mais capaz que nós mesmos. Fomos liderados por nossos pais, somos de nossos filhos, e penso que toda humanidade é liderada por Jesus.

A maioria dos pais de hoje foi educada em um modelo autoritário, do manda quem pode e obedece quem tem juízo, entendido aqui o “quem manda” como o pai.

Este modelo não se sustentou e ainda hoje tem muita gente saudosista que pensa que a contenção advinda do autoritarismo era respeito.

É comum ouvir: “antigamente filho respeitava pai”, “antigamente o pai falava e o filho obedecia”.

Eu acho que isso é mais por medo do que por respeito. O resultado disso foi que os filhos educados por este sistema de autoritarismo e medo se tornaram pais por demais permissivos, e o resultado está às vistas.

Refletindo e pensando o tema acho que podemos concluir que um modelo adequado seria o que é fundado no respeito, na admiração, em uma legítima autoridade moral.

E isso se dá através de uma definição bem clara pelos pais dos valores que norteiam sua vida, da identificação da sua missão e do que claramente veio fazer neste mundo.

Assim, os filhos naturalmente aderem ao modelo apresentado pelos pais, amando os seus objetivos, auxiliando a atingir as metas estabelecidas pelo grupo familiar.

Nesta situação, acho que conseguiremos identificar os filhos que respeitam, que admiram e reconhecem a autoridade moral dos pais.

E vai acontecer naturalmente também uma época em que os próprios filhos irão definir os valores e missão que lhes compete e trilhar o caminho escolhido, tornando-se também líderes de uma outra geração.

Se esta não foi a educação que você recebeu, não se preocupe. Não viemos de um modelo que preconizasse a educação de filhos melhores para o mundo.

Seguramente seus pais te proporcionaram o melhor que podiam dar, e ninguém dá o que não tem, obviamente.

Este é o mundo que nos cabe trabalhar para instituir, um mundo fraterno, solidário, em que pais e filhos se respeitem, se amem e que irradiem este amor para todas as outras pessoas; mas também se esforcem continuamente pra se tornarem pessoas melhores, uma vez que estar no mundo é um curso de aperfeiçoamento, de autoconhecimento e de caminhada ao encontro de Deus, que é o Pai comum a todos nós.

Pode-se considerar como missão a paternidade?“

É, sem contestação possível, uma verdadeira missão. É ao mesmo tempo grandíssimo dever e que envolve, mais do que o pensa o homem, a sua responsabilidade quanto ao futuro.

Allan Kardec.  Questão 582  de “O Livro dos Espíritos”.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Ser pai é…

Muito obrigado por compartilhar sua opinião. Em breve seu comentário estará publicado. ESpero que tenha marcado o item "seguir comentários" para saber o que outras pessoas estão falando também. Ah, e se quiser: siga o blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s