Como escolher um contador para sua empresa?

Dicas do site Dinheirama  sobre procedimentos na escolha de um contador para sua empresa.

Este profissional é um dos principais auxiliares para o sucesso da sua empresa.

E profissionais liberais obviamente também necessitam da assessoria de um bom contador, embora pouquíssimos queiram investir neste profissional.

Como escolher um contador para sua empresa?

Como escolher um contador para sua empresaNo exercício da atividade empresarial, várias decisões importantes ditam o rumo que os seus negócios irão tomar. O caminho para o sucesso passa pela escolha de um bom profissional da contabilidade, uma peça chave da operação para qualquer empresa bem sucedida. O contador será um de seus primeiros consultores, merecendo maiores cuidados na sua contratação. E para te ajudar a explorar este mercado competitivo da contabilidade, fizemos este guia com dicas e sugestões.

O que deve fazer um bom contador?

Atualmente o papel do contador vai muito além de simplesmente realizar cálculos e apresentar a situação financeira de sua empresa. Por meio de demonstrativos e relatórios periódicos, ele deve realizar uma verdadeira análise de suas contas e te instruir nas decisões estratégicas a serem tomadas.

Ele precisa possuir capacidade analítica e estar sempre preparado para te orientar com clareza nas melhores opções de investimentos e formas de pagamentos, de acordo com a realidade específica de sua empresa.

Para isso, ele tem que se tornar um verdadeiro parceiro de sua empresa, com o objetivo de minimizar os impostos a serem pagos, analisar se seu preço de venda e suas margens de lucro estão adequados, te orientar a comprar melhor aproveitando créditos de tributos embutidos no preço das suas compras, e até mesmo a planejar a organização financeira e tributária de sua empresa.

Sobretudo, um bom contador deve manter uma relação aberta com você, te apresentando os processos legais, prazos e como são calculados os impostos. Ele precisa estar sempre disposto a explicar o motivo de cada orientação ou decisão.

Como reconhecer os diferenciais

Os diferenciais de um bom contador geralmente dependem também das necessidades específicas de sua empresa.

Para começar, um bom diferencial está na quantidade de serviços fornecidos e na possibilidade de executar serviços adicionais que por ventura sejam necessários à sua empresa, além de oferecer canais de comunicação ágeis e diretos. A palavra chave para o primeiro diferencial é disponibilidade.

Para o segundo diferencial, a palavra mestre é atualização. Um bom contador deve estar sempre atualizado com as inovações do mercado, seja na área contábil, legislativa e trabalhista, com o constante aperfeiçoamento de seus colaboradores por meio de cursos teóricos, ou dos diferentes softwares de gestão existentes no mercado.

Neste item também se incluem as certificações de qualidade (como PQEC – Programa de Qualidade de Empresas Contábeis ou ISO – International Organization for Standardization – Organização Internacional de Padronização).

Outro diferencial a ser observado está ligado à adequação do contador com o perfil de sua empresa. Para analisar este ponto você deve ficar atento ao valor dos honorários cobrados, localização, estrutura física e tecnológica, verificar a quantidade de clientes existentes, quantidade de colaboradores, quantidade de clientes por colaborador e, principalmente, o perfil dos clientes do escritório contábil. É interessante que o contador já atue ou tenha atuado com clientes no seu ramo de atividade para que conheça as questões específicas de sua área.

10 passos para escolher seu contador

Antes de contratar, recomendamos que siga os passos a seguir, comparando mais de um contador ou escritório de contabilidade, a fim de encontrar o mais preparado para atender as necessidades de sua empresa.

Passo 1Confira se há o Registro do contador ou escritório de contabilidade no Conselho Regional de Contabilidade – CRC. Este registro é necessário para que o profissional esteja legalmente habilitado a exercer a profissão.

Passo 2: Solicite uma proposta detalhada dos serviços fornecidos e cópia do contrato de prestação de serviços contábeis a ser assinado caso ocorra a contratação. Verifique a possibilidade de executarem serviços adicionais e os valores cobrados à parte e, em caso positivo, faça constarem no contrato.

Passo 3: Realize uma visita física ao escritório de contabilidade. Não se limite a conhecer a recepção e sala de reuniões, peça para ver todos os ambientes e colha explicações do funcionamento do escritório.

Passo 4: Teste os canais de comunicação fornecidos. Um bom escritório tem canais de comunicação ágeis e diretos com o cliente, verifique o tempo de resposta e a disponibilidade de atendimento por e-mail, telefone, site e demais formas disponíveis.

Passo 5: Analise os modelos dos relatórios que serão entregues à sua empresa.Avalie se as demonstrações contábeis que serão geradas, relatórios de tributos e de folha de pagamento atendem as suas necessidades. Caso necessário, desde já discuta a possibilidade de adaptações nos relatórios.

Passo 6: Consulte quais as informações você receberá periodicamente. Um bom contador, além das informações periódicas, disponibiliza aos seus clientes boletins informativos, comunicados de mudança na legislação, comunicados de procedimentos de trabalhos, entre outros.

Passo 7: Verifique quais os documentos e com que frequência terá de enviá-los ao seu contador. É interessante que se estabeleça uma agenda de trabalho conjunta, definindo as datas mensais para envio de documentos e, especificamente, quais serão as suas responsabilidades e quais serão as responsabilidades do contador.

Passo 8: Avalie a possibilidade de integração de sistemas, com a implementação da troca de dados entre seus programas de computador e os que seu futuro contador utiliza;

Passo 9: Consulte os honorários cobrados. Um bom escritório geralmente não é o que tem os honorários mais baratos, todavia, este não pode ser um fator determinante na escolha do contador. Você deve analisar os serviços fornecidos e se atendem as necessidades e demandas da sua empresa. Para saber se o preço é justo, você deve comparar com o de outros contadores que exerçam serviços semelhantes com a mesma capacidade técnica;

Passo 10: Confie na sua experiência. O principal elemento na relação entre você e o seu contador é a confiança. Lembre-se que o seu contador terá acesso à sua vida econômica, e continuamente vocês irão trocar informações confidenciais, por isso é essencial que se sinta confortável e seguro com o profissional escolhido. A indicação profissional de outros empresários também pode ser bem-vinda.

Você agora está se sentindo preparado para escolher um bom contador para sua empresa? Conte-nos o que achou do texto, deixe sua opinião no espaço de comentários abaixo e conheça melhor nosso sistema de gestão para sua empresa clicando emwww.contaazul.com. Até a próxima.

Foto de freedigitalphotos.net.

Postagem originalmente em Dinheirama.

Anúncios

Muito obrigado por compartilhar sua opinião. Em breve seu comentário estará publicado. ESpero que tenha marcado o item "seguir comentários" para saber o que outras pessoas estão falando também. Ah, e se quiser: siga o blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s