De mil lugares

“O Universo é só um lugar, de mil lugares o que Deus quis pra eu te encontrar”. Plínio Oliveira

Hoje é sexta-feira, e um ótimo dia para refletirmos nos aparentes acasos da vida.
Por que encontramos com determinada pessoa em certo tempo de nossa vida?
Que mistérios estão envoltos em um amizade que nasce “do nada”?
Você se lembra exatamente onde foi a primeira vez que viu esta pessoa que é essencial na sua vida?
Como e onde foi?
É sobre isso que Plínio Oliveira canta em “De mil lugares”, e que eu ofereço aos melhores amigos do mundo: os meus.

Anúncios

Muito obrigado por compartilhar sua opinião. Em breve seu comentário estará publicado. ESpero que tenha marcado o item "seguir comentários" para saber o que outras pessoas estão falando também. Ah, e se quiser: siga o blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s